Pular para o conteúdo principal

Manchetes do dia 18 de abril de 2017

Comece o dia bem informado, veja o resumo dos principais jornais do pias 

O Globo

Manchete: Governo aceita tempo de contribuição menor
Exigência para aposentadoria integral será de 40 anos, e não de 49

Regra para mulheres deve ser mais flexível. Servidores contratados antes de 2003 poderão perder direito à paridade

O relatório da reforma da Previdência será apresentado hoje na comissão especial da Câmara. Na reta final, o governo aceitou um tempo de contribuição menor para a aposentadoria integral. Será de 40 anos, e não mais de 49 anos. Com 25 anos de contribuição, já vai ser possível pedir a aposentadoria, mas com redução do benefício. No caso das mulheres, essa exigência deverá ser de 23 anos. Mas será preciso cumprir uma idade mínima progressiva, que começará em 50 (mulheres) e 55 (homens) e, no futuro, chegará a 65 anos. Para compensar esses recuos, o relatório vai endurecer as regras para servidores públicos, que devem perder o direito à paridade mesmo no caso de quem foi contratado antes de 2003. (Pág. 21)
Economia cresce acima do previsto em fevereiro
A economia brasileira cresceu 1,3% em fevereiro na comparação com o mês anterior, segundo o Banco Central. A velocidade da retomada surpreendeu e foi melhor do que os analistas esperavam. (Pág. 23)

MÍRIAM LEITÃO

Dados reforçam sinais de alta do PIB no 1º trimestre. (Pág. 22)
Moro manda Lula ouvir 87 testemunhas
O juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava-Jato em Curitiba, determinou que o ex-presidente Lula vá a todas as 87 audiências com as testemunhas de defesa arroladas pelos advogados do petista. Entre elas, dois senadores, dois deputados federais e um ministro do TCU. A presidente do STF, Cármen Lúcia, decidiu incluir na pauta de maio julgamento sobre ação que pode restringir o foro privilegiado. A ministra também reforçou a equipe do relator da Lava-Jato, Edson Fachin, para acelerar a análise dos processos. (Págs. 3 e 6)

Multa histórica

A Justiça dos EUA aplicou à Odebrecht multa de US$ 2,6 bi. Desse total, US$ 2,39 bi virão para o Brasil. (Pág. 4)

MERVAL PEREIRA

STF quer acelerar tramitação. (Pág. 4)

CARLOS ANDREAZZA

Lava-Jato marca fim de um regime. (Pág. 19)

JOSÉ CASADO

Pressão das ruas levou a delações. (Pág. 19)

GIL CASTELLO BRANCO

Brasileiros estão enojados. (Pág. 18)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Moro exige que Lula assista a 87 depoimentos
Esse foi o número de testemunhas chamadas pela defesa do ex-presidente em processo da Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro autorizou ontem a defesa de Luiz Inácio Lula da Silva a incluir 87 testemunhas em um dos processos em que o ex-presidente é réu na Operação Lava Jato. Na mesma decisão, o magistrado exigiu a presença do acusado em todas as audiências, “a fim de prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas, sem prejuízo, por provas emprestadas”. Na ação, Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo R$ 75 milhões em oito contratos firmados pela Odebrecht com a Petrobrás. Segundo Moro, “é absolutamente desnecessária” a oitiva de todas as testemunhas e, em outra ação penal na qual o petista é réu, a defesa desistiu “de várias dessas mesmas testemunhas”. Para a defesa de Lula, a decisão do juiz “configura mais uma arbitrariedade contra o ex-presidente” e transforma o direito do acusado em obrigação. (POLÍTICA / PÁG. A5 )
STF terá força-tarefa para Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal vai ter uma força-tarefa para analisar processos da Lava Jato. Acertada entre a presidente da Corte, Cármen Lúcia, e o relator da operação, Edson Fachin, a iniciativa pretende acelerar investigações sobre políticos abertas depois das delações da Odebrecht. (PÁG. A4)
Idade mínima para mulher se aposentar pode ser reduzida
O deputado Arthur Maia (PPS-BA) apresenta hoje à Câmara seu relatório de reforma da Previdência com alterações que o distanciam da versão idealizada pelo governo. As alterações mais recentes são redução da idade mínima para a aposentadoria das mulheres (ainda não definida), regra de transição para políticos e exigência de idade mínima para que os que ingressaram até 2003 no serviço público tenham direito ao benefício integral. (ECONOMIA / PÁG. B1)
Sem mudança, juros voltarão a subir, afirma Meirelles
Na véspera da apresentação do relatório final da Previdência e poucos dias depois de o Banco Central ter acelerado o ritmo de queda da taxa Selic, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse ontem que os juros voltarão a subir fortemente no Brasil se a reforma não for aprovada pelo Congresso. Ele afirmou também que faltarão recursos para financiamento do consumo e investimento e o desemprego poderá voltar a crescer. (PÁG. B4)
Foto-legenda: Maduro ampliará milícias chavistas
Presidente Nicolás Maduro desfila por Caracas, durante comemoração do aniversário da Milícia Bolivariana: Venezuela ampliará de 100 mil para 500 mil o número de civis armados que atuam no grupo criado por Hugo Chávez para ‘defesa da revolução’. (INTERNACIONAL / PÁG. A9)
Eliane Cantanhêde 
Com a enxurrada de revelações, o governo se agarra às reformas para sobreviver. (POLÍTICA / PÁG. A6)
53,9% estão acima do peso na cidade de SP
Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que o porcentual de brasileiros acima do peso subiu de 42,6% em 2006 para 53,8% em 2016. Na capital paulista, os dados superam a média nacional: 53,9% têm excesso de peso; 25,9%, hipertensão e 10%, diabete. (METRÓPOLE / PÁG. A10)
Notas & Informações 
Generalização perigosa

O objetivo do processo penal é identificar a autoria e materialidades de tipificados crimes. É deletério chamar tudo de propina. (PÁG. A3)

A recuperação das vias

Recapeamento de ruas e avenidas anunciado por João Doria é importante e necessário. (PÁG. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Da cadeia, Cunha diz que Temer agendou reunião com empresa
Ex-deputado contesta a versão do presidente sobre um encontro no qual, dizem delatores, discutiu-se propina

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) disse, em nota escrita na prisão, que foi o presidente Michel Temer, e não ele, quem agendou reunião na campanha de 2010 em que, segundo delatores da Odebrecht, foi acertado 5 pagamento de propina. Temer afirmou em entrevista no fim de semana que seu correligionário agendou o encontro em São Paulo.

Segundo Cunha, ele e 0 ex-ministro Henrique Alves almoçaram com o então vice-presidente e foram “convidados a participar dessa reunião já agendada diretamente com ele [Temer]”.

De acordo com delatores, no encontro se acertou repasse de US$ 40 milhões de propina a membros do PMDB — 5% de um contrato da empreiteira com a Petrobras. Temer confirma a reunião, mas nega a discussão de valores ou acertos escusos.

O Planalto não comentou a versão de Cunha, condenado a 15 anos por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. A defesa de Henrique Alves nega que ele tenha estado nesse encontro. (Poder A4)
Supremo monta força-tarefa para acelerar inquéritos da Lava Jato. (Poder A8)

Hélio Schwartsman
Investigados têm ótimo advogado, o próprio cérebro

Se metade ou apenas 1/3 das acusações feitas pelos 77 executivos da Odebrecht são verdadeiras, como podem os políticos mencionados pelos delatores negar tudo sem enrubescer? Seres humanos contamos com excelente advogado, nosso cérebro. (Opinião A2)
EUA mandam Odebrecht pagar US$ 2,6 bilhões em multas a 3 países (Poder A6)

Nabil Bonduki
Doria ainda não mostrou a que veio em São Paulo

Só o vazio de lideranças pode levar à ilusão de que um recêm-empossado prefeito, que ainda não mostrou a que veio fora um marketing pessoal eficiente, chegará serenamente a Brasília. (Opinião A2)
Prefeito usa rede social para prestar contas de doações
Irritado com críticas sobre falta de transparência em sua gestão, João Doria (PSDB) elegeu uma rede social, e não o site da prefeitura, para prestar contas das doações recebidas de empresários. Em quase quatro meses, mais de cem empresas já doaram itens que vão de móveis para o gabinete do prefeito a medicamentos.

Para especialista em acesso à informação, Doria agiu por marketing e contra a lei, que diz ser obrigatória a divulgação oficial. (Cotidiano B4)
Sabesp pretende gerir o destino do lixo na Grande SP para gerar energia (Cotidiano Bl)

índice do Banco Central supera expectativas e indica retomada
Superando as expectativas do mercado financeiro, 0 indicador do Banco Central que mede 0 ritmo de crescimento da economia mostrou avanço de 131% em fevereiro ante janeiro. A expectativa para 0IBC-Br, criado para tentar antecipar a tendência do PIB, era de avanço de 0,55%.

O bom resultado foi atribuído a mudanças na metodologia de cálculo das atividades do comércio e de serviços e à expectativa de safras recordes de grãos. (Mercado 1)
Idade mínima para aposentadoria de mulheres deve cair
O relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), afirmou que 0 texto final da proposta deve apresentar redução na idade mínima de 65 anos para a aposentadoria das mulheres. “Há uma reivindicação forte da bancada feminina”, disse.

Maia e Michel Temer apresentarão nesta manhã as mudanças no relatório a deputados aliados. (Mercado 15)
Editoriais 
“Novo sultão”, sobre escalada autoritária de Erdogan na Turquia, e “Vigilância insalubre”, acerca de demora para licenciar medicamentos no Brasil. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Flagras dançarina do Faustão pagando calcinha

Flagra  dançarina do fastão
Dançarina do faustão é flagrada em momento de descontração  pagando calcinha veja ovídeo


Patricia Poeta é Flagrada de biquini

A apresentadora do Programa Fantástico Patricia poeta foi flagrada  de Biquini
Patrícia Poeta com o marido, Amauri Soares, na praia do Leblon, na Zona Sul do Rio (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Eles aproveitaram a tarde desta segunda-feira, 24, para se refrescar (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Os dois deram um mergulho no mar (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Patrícia Poeta e Amauri Soares na praia do Leblon, na Zona Sul do Rio (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) No domingo, 23, a jornalista foi conferir o show de Stevie Wonder e Gilberto Gil (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Patrícia Poeta mostrou a boa forma (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Patrícia Poeta e o marido aproveitaram para tomar banho de sol (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) A jornalista apostou em um biquíni tomara que caia (Foto: Wallace Barbosa / AgNews) Patrícia Poeta e o marido deixam a praia (Foto: Wallace Barbosa / AgNews)

Macaquinho esta bombando na web

Bebê gorila  Fotos de um bebê gorila tiradas a mais de 10 anos cairão na web e estão fazendo o maior sucesso
e não é pra menos o macaquinho faz caras e bocas ao ser tocado pelo estetoscópio gelado e a reação e ilaria veja as fotos são do jornal the sun.

se gostar compartilhe e cuta a pagina do blog no facebook